Assaduras no Esporte

Sabemos que praticar esportes é muito importante para a saúde e para o condicionamento físico e pode até mesmo nos trazer benefícios relacionados a mente, como melhora no humor, concentração, disciplina e redução do estresse.

Porém, é importante realizar as atividades físicas com acompanhamento de profissionais e após realizar exames cardiorespiratórios para evitar lesões, desgastes ou outras complicações.
Outros problemas comuns são o aparecimento de bolhas e assaduras, que podem ocorrer devido ao atrito gerado durante a prática esportiva, em função dos movimentos repetitivos e principalmente se a atividade durar um longo período.

Elas são bastante frequentes em áreas como  axilas, mamilos, interior das coxas, pés e na região da fita de frequencímetro. As assaduras são inflamações cutâneas com aparência avermelhada, que em situações agravadas podem causar coceira, dor, sangramento e descamação, gerando grande desconforto no atleta.

Para evitá-las, o ideal é utilizar produtos específicos para atividades esportivas, como ceras antiassaduras, óleos e cremes estilo chamois, que ajudam a lubrificar a pele e facilitar o deslizamento. Roupas e acessórios apropriados também ajudam a evitá-las!   

Saiba mais sobre assaduras e corrida clicando aqui.

Minhas coxas ficam assadas. Como correr?

A prática esportiva está cada vez mais em alta e a corrida é uma das modalidades com maior número de adeptos, mesclando atletas profissionais ou corredores amadores. 

Para aqueles que conseguem manter organização e disciplina para realizar os treinos, a corrida pode ser uma ótima opção de esporte por ser mais flexível, pois o atleta pode realizar seus treinos nos horários de tempo livre que melhor se encaixam no seu dia-a-dia, sem depender de academia. Fora isto, é possível realizar os treinos em praticamente qualquer local.

Porém, existem algumas peculiaridades de cada atleta que podem atrapalhar o rendimento e até mesmo a frequência dos treinos. Como por exemplo, problemas respiratórios ou cardíacos, que dificultam a prática do esporte. Portanto, é extremamente importante realizar acompanhamento com médicos especialistas antes de iniciar qualquer tipo de atividade física. Algumas limitações motoras também podem dificultar as corridas, como hérnias de disco, condromalácia patelar, etc. Nestes casos, o atleta deve realizar exames antes de iniciar as corridas, para certificar-se de que está apto a correr. 

Outra questão que geram queixas de desconforto durante as corridas são pessoas que possuem coxas grossas, que raspam uma à outra, causando assaduras. Quem corre sabe que as assaduras são bastante comuns e, para quem possui pernas mais grossas, essas inflamações costumam aparecer com mais facilidade. Isso porque quanto maior a área de contato de pele com a pele, maior é o atrito que causa a lesão, que se agrava somado ao suor causado pela atividade e por ser uma região que fica abafada.

Para quem sofre com este problema, existem algumas dicas que podem ajudar a continuar correndo e evitar que as assaduras apareçam. Confira as dicas abaixo:

  1. Utilizar roupas com tecidos apropriados para prática esportiva, de preferência que sejam respiráveis;
  2. O uso de bermudas é uma excelente opção, pois protege a região de atrito da pele com a pele, melhorando o deslizamento das pernas;
  3. Manter a pele hidratada, ingerindo bastante água e utilizando cremes hidratantes;
  4. Utilizar produtos antiassaduras, próprios para prática esportiva, como bastões anti atrito, cremes chamois e óleos.

Principais causas das assaduras

Para os atletas e amadores uma dos principais problemas são as temidas assaduras. Também sofre com este problema? Confira abaixo informações relevantes para entender melhor sobre o tema.

  O que são as assaduras?

Primeiro, vamos entender o que de fato são as assaduras.

Assadura é uma dermatite friccional, ou seja, uma inflamação cutânea sob a pele que apresenta coloração avermelhada. Pode causar coceira, dor e em casos graves, pode haver sangramento e descamação. Em alguns casos, as assaduras podem alterar a textura e espessura da pele, bem como podem causar manchas escuras.

  Como elas surgem?

As assaduras podem surgir devido ao atrito constante da pele com a pele, ou então da pele com acessórios ou roupa. A fricção da pele somada ao suor ou umidade promove a proliferação de fungos e bactérias, causando uma irritação que leva ao surgimento das assaduras.

  Principais áreas afetadas

Os principais lugares onde as terríveis assaduras ocorrem com mais frequência são: axilas, mamilos, abaixo da área do top, barriga, interior de coxas, áreas íntimas e calcanhares. Mas podem ocorrer em outras regiões que sofrem atrito constante, principalmente em peles mais sensíveis.

  Sintomas

Os sintomas mais comuns das assaduras são: surgimento de vermelhidões na pele, muitas vezes apresentam textura grosseira, pode ocorrer coceira, dor e até mesmo sangramento e descamação em casos severos.

  Por que elas são tão comuns no esporte?

O movimento repetitivo durante a prática esportiva, seja correndo, pedalando, ou em outras atividades, gera um atrito na pele com a pele ou na pele com a roupa/acessórios, levando à inflamação cutânea. Este atrito somado à umidade do suor aumenta a abrasão do atrito, causando as assaduras.

Atividade Física no frio: benefícios e dicas

É só a temperatura cair um pouquinho que a gente mal quer sair da cama, né? Manter uma rotina de atividade física no frio é super importante mas também requer alguns cuidados especiais

A prática de esportes e atividades físicas, aliada a outros hábitos como alimentação saudável, é um dos principais fatores para evitar problemas como a obesidade e, consequentemente, doenças crônicas como diabetes e hipertensão.

No Brasil, segundo dados da última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD 2015) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apenas 37,9% dos entrevistados disseram praticar esportes!!

(Foram ouvidas 71.142 pessoas com 15 anos ou mais em todos os estados e Distrito Federal. O esporte mais praticado é o futebol, com 39,3% das respostas e a atividade mais praticada é a caminhada, com 49,1%).

Manter uma rotina de atividades não é a coisa mais fácil, é verdade: falta de tempo, dificuldade em encontrar uma modalidade que goste ou até mesmo a famosa… preguiça! Isso tudo se multiplica quando falamos em épocas mais frias, não é?

Mas não se deixe levar pelas temperaturas! Especialistas reforçam que a prática de atividades durante o inverno tem muitos benefícios, incluindo maior queima de calorias (!!!).

Evandro Padilha, mestre em Ciências Biomédicas, especialista em cosmetologia e terapia Ayurveda, ainda ressalta outros benefícios da prática de esportes e atividades a curto prazo relacionados à saúde óssea, redução de riscos cardiovasculares e até mesmo benefícios psicológicos como aumento da autoestima, redução da ansiedade e estresse.

Com a aproximação do inverno, é importante tomar medidas preventivas para evitar complicações, pois o corpo humano mantém seu equilíbrio térmico através das perdas e ganhos de calor.
Desta forma, a prática da atividades física no frio é importante pela produção adicional de calor nos músculos, o que permite a manutenção da temperatura corporal.

Mas, fique atento: o frio requer alguns cuidados importantes! Antes, durante e depois de praticar esportes ou atividades físicas, precisamos preparar nosso corpo.

Dicas para manter a rotina de atividade física no frio

Vestuário

Agasalhe-se bem, mas não precisa exagerar! Segundo Evandro, “após alguns minutos de atividade o próprio exercício cumpre este papel de aquecimento”. Ele aconselha o uso de tecido sintético leve, pois ele promove rapidamente o suor da pele, porém também seca rapidamente.

Alimentação e hidratação

Alimentar-se corretamente e prestar atenção na hidratação é super importante! No frio, a tendência é não sentirmos muita sede porém, ao mesmo tempo, perdemos muita água.Proteção

Proteção Solar

Durante o inverno, muitas pessoas se esquecem ou não dão importância à proteção solar – devido ao clima mais ameno e, às vezes, quando o sol está encoberto. Evandro ressalta que o clima não bloqueia toda ação dos raios solares, por isso, protetor solar é sim, ESSENCIAL!

Ele ainda alerta para o cuidado com a transpiração: nem todos os protetores resistem ao suor! Por isso, esteja atento ao produto que usa.

ALERTA PINK CHEEKS: nosso Pink Stick pode te salvar! É um protetor de altíssima proteção (FPS PVUA) e não sai com o suor! #ficadica


Hidratação da pele e outros cuidados

Evandro lembra que, durante períodos mais frios, é comum banhos mais quentes. “A água quente do banho acaba se tornando um dos principais inimigos dos cabelos e da pele do corpo”. Segundo ele, a temperatura mais quente da água pode desidratar os fios, provocar queda e até mesmo descamação do couro cabeludo.

Por isso, utilizar shampoos e condicionadores de boa qualidade é essencial.

Além dos fios, a água quente também elimina a hidratação natural do corpo. Evandro atenta que, para evitar ressecamento da pele, além de hidratar, vale investir em uma alimentação rica em vitaminas e antioxidantes.

ALERTA PINK CHEEKS 2: Nossa Linha Antishock de Shampoo + Condicionador + Máscara de Tratamento é ideal para quem pratica esportes!  

Quem também continua se exercitando até no frio????
Compartilhe com a gente o que você faz, seus cuidados e se você também usa Pink Cheeks, claaaro! 🙂

* Evandro Padilha é graduado em Tecnologia em Estética, mestre em Ciências Biomédicas, especialista em Cosmetologia e especialista em Terapia Ayurveda. ATualmente é docente do curso de Bacharelado em Estética do Centro Universitário Hermínio Ometto.