Assaduras,  Esportes,  Redless,  Saúde

Minhas coxas ficam assadas. Como correr?

A prática esportiva está cada vez mais em alta e a corrida é uma das modalidades com maior número de adeptos, mesclando atletas profissionais ou corredores amadores. 

Para aqueles que conseguem manter organização e disciplina para realizar os treinos, a corrida pode ser uma ótima opção de esporte por ser mais flexível, pois o atleta pode realizar seus treinos nos horários de tempo livre que melhor se encaixam no seu dia-a-dia, sem depender de academia. Fora isto, é possível realizar os treinos em praticamente qualquer local.

Porém, existem algumas peculiaridades de cada atleta que podem atrapalhar o rendimento e até mesmo a frequência dos treinos. Como por exemplo, problemas respiratórios ou cardíacos, que dificultam a prática do esporte. Portanto, é extremamente importante realizar acompanhamento com médicos especialistas antes de iniciar qualquer tipo de atividade física. Algumas limitações motoras também podem dificultar as corridas, como hérnias de disco, condromalácia patelar, etc. Nestes casos, o atleta deve realizar exames antes de iniciar as corridas, para certificar-se de que está apto a correr. 

Outra questão que geram queixas de desconforto durante as corridas são pessoas que possuem coxas grossas, que raspam uma à outra, causando assaduras. Quem corre sabe que as assaduras são bastante comuns e, para quem possui pernas mais grossas, essas inflamações costumam aparecer com mais facilidade. Isso porque quanto maior a área de contato de pele com a pele, maior é o atrito que causa a lesão, que se agrava somado ao suor causado pela atividade e por ser uma região que fica abafada.

Para quem sofre com este problema, existem algumas dicas que podem ajudar a continuar correndo e evitar que as assaduras apareçam. Confira as dicas abaixo:

  1. Utilizar roupas com tecidos apropriados para prática esportiva, de preferência que sejam respiráveis;
  2. O uso de bermudas é uma excelente opção, pois protege a região de atrito da pele com a pele, melhorando o deslizamento das pernas;
  3. Manter a pele hidratada, ingerindo bastante água e utilizando cremes hidratantes;
  4. Utilizar produtos antiassaduras, próprios para prática esportiva, como bastões anti atrito, cremes chamois e óleos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *